Dados de acesso incorretos.

SOBRE

HISTÓRIA

Histórico do Colégio Adventista de

São José do Rio Preto

O início do Colégio Adventista de São José do Rio Preto está relacionado com o concílio de pastores ocorrido no Instituto Adventista de São Paulo (IASP), em fevereiro de 1971. Naquele encontro a administração da Associação Paulista comunicou ao Pr. Renne Teixeira dos Reis sua transferência do distrito de Lins para o distrito de São José do Rio Preto.

Naquela época a esposa do Pr. Renne, a Profª Lúcia Teixeira dos Reis, era diretora da Escola Adventista de Lins e não havendo escola no novo distrito para o qual eles estavam sendo transferidos, o Pr. Renne solicitou a permissão à administração do campo para reabrir a escola, que estava fechada há alguns anos.

Como as aulas nas Escolas Adventistas deveriam ter início dentro de alguns dias, o Pr. Renne pediu permissão para se ausentar do concílio a fim de entrar em contato com os irmãos do novo campo e lançar a idéia da fundação da escola.

Um fator interessante é que a Igreja de Cantaduva, naquela época, também fazia parte do distrito, e tendo o Pr. passado primeiro naquela cidade, comunicou o fato aos irmãos, os quais também pediram que fundasse uma Escola Adventista também para aquela Igreja. Foi realizada uma comissão de líderes da Igreja, sendo votada, naquela noite de sexta-feira a idéia da fundação da Escola Adventista de Catanduva.

No dia seguinte, sábado, o Pr. Renne estava na Igreja Central de São José do Rio Preto apresentando-se como novo pastor do distrito lançando também a idéia da fundação da Escola Adventista. A idéia foi recebida com surpresa por alguns irmãos, já que as aulas já estavam começando nas demais escolas públicas e particulares da cidade.

No domingo, voltando ao concílio no IASP, o Pr. Renne comunicou ao Departamento de Educação, a fundação de duas novas Escolas Adventistas: a de Catanduva e a de São José do Rio Preto.

Voltando para a cidade de Lins, após o concílio, o Pr. e sua família agilizaram a mudança para São José do Rio Preto, tendo que se hospedar em um hotel, enquanto estavam procurando uma casa para a sua nova residência. Tudo era muito urgente, pois as aulas já estavam em pleno andamento em outras escolas.

Sem carteiras, sem salas de aula adequadas, sem material, sem alunos foi assim que teve início a Escola Adventista Princesa Isabel. Foi, como se costuma dizer, com a cara e a coragem e muita, muita fé por parte daqueles que apoiaram a difícil obra.

Houve muita boa vontade por parte do prefeito da época, o Dr. Adail Vetorazzo, que além de votar uma significativa quantia em dinheiro para a construção do prédio e compra de ferro e cimento, fornecia mais de uma vez por semana, caminhões para recolher tijolos que haviam sido ganhos das olarias vizinhas à cidade. Membros das duas igrejas puseram "mãos à obra" e, aos domingos, desde as primeiras horas até o entardecer, avançaram na construção da nova Escola adventista.

Os primeiros alunos foram requisitados das duas igrejas existentes na época. Alguns outros foram convidados pela professora Lúcia nas proximidades da Igreja Central, à Rua Silva Jardim, em frente ao Mercado Municipal.

A primeira sala de aula foi improvisada na salinha das crianças da Escola Sabatina que, durante a semana servia aos alunos e no Sábado ao departamento infantil da igreja. Chegamos ao final daquele ano letivo, com vinte alunos, dos quais quatro são pastores, um médico, um engenheiro e uma professora na área médica.

Louva-se, por oportuno, a atuação da professora Raquel Veronesi, da Igreja da Boa Vista, de extrema importância na conexão de interesses da direção escolar com as autoridades municipais e administrativas da Delegacia de Ensino.

No segundo ano a escola dobrou o número de alunos passando a ser preocupação da administração da Igreja adventista, um local definitivo para sua instalação.

Em 1976, a Escola Adventista Princesa Isabel, passou a funcionar em prédio próprio, à Rua Olaria, hoje Rua dos Radialistas Riopretenses, nº 895. Em 1981 a Escola tem o prazer de ver a 1ª Turma de Concluintes do Ensino Fundamental, na época, 8ª série, com 07 formandos.

A Escola cresceu e em, 21/04/1996 foi inaugurado um novo prédio para abrigar o Ensino Médio (antigo 2º grau), passando sua nomenclatura para a atual: Colégio Adventista de São José do Rio Preto (CARP). Em sua inauguração estiveram presentes várias autoridades tais como: Sr. Manoel Antunes (prefeito da cidade na época) e senhora, Sr. Orlando Bolsoni e Sr. Dorival Lemos e demais vereadores.

Em 1998, o Colégio tem o orgulho de comemorar a Formatura da 1ª Turma de Concluintes do 2º grau, com 13 formandos.

É inevitável, nesse instante, um olhar crítico e retrospectivo, e reconhecer o quanto Deus nos tem ajudado até aqui, sensibilizando e mobilizando um exército de colaboradores, assalariados ou simples simpatizantes, que ajudaram a pavimentar esta estrada: pastores, professores, funcionários e a simpatia e confiança dos pais de alunos, que jamais e em tempo algum foram obrigados a alterar a agenda das merecidas férias escolares de seus filhos por motivo de não cumprimento, por qualquer razão do programa letivo previamente estabelecido.

Em 2011 o Colégio Adventista de São José do Rio Preto teve seu prédio ampliado para 25 salas de aula climatizadas, atendendo a 973 alunos com um total de 83 funcionários, entre os quais, 47 professores que lecionam da Pré-escola I até a 3ª série do Ensino Médio.

Nos anos que se seguiram continuaram as reformas e adequação a Lei da acessibilidade, com instalações de rampas, sanitários, elevador, piso tátil, etc.

A construção do novo auditório com capacidade para 800 pessoas foi concluída em 2014 e inaugurado no dia 24/04 com a presença de autoridades políticas, eclesiásticas, departamental da educação, diretores das escolas da APO, funcionários e professores do CARP, pais, alunos e público em geral.

Autoridades Políticas:

Prefeito - Dr. Valdomiro Lopes

Vice-Prefeita - Ivani Vaz de Lima

Deputado Federal - José Carlos Vaz de Lima

Representantes de vereadores

 

Autoridades Eclesiásticas:

Presidente da APO - Pr. Acílio Alves Filho

Pr. Carlos Alvarenga

Pr. Roberto Urel

Pr. Roberto Motta

Pr. Nelson Ferraz

Pr. Marivaldo Fabricio

Departamento da Educação:

Departamental – Prof. Amarildo de Jesus Martins

Tesoureiro – Jonas Quintela da Silva

Coordenadora – Thalita Regina Garcia da Silva

Secretária – Margarida de Souza Lima

 

2013 – 33ª turma EF / 16ª turma EM

2014 – 34ª turma EF / 17ª turma EM

2015 – 35ª turma EF / 18ª turma EM

2016 – 36ª turma EF / 19ª turma EM

2017 – 37ª turma EF / 20ª turma EM

2018 – 38ª turma EF / 21ª turma EM

2019 – 39ª turma EF / 22ª turma EM

 

Passaram pelo Colégio Adventista de São José do Rio Preto os seguintes administradores escolares:

- Profª Lúcia Teixeira dos Reis (1971 – 1973)

- (1974 – 1975)

- Leny Rodrigues Goulart (1976 – 1981)

- Dilma Araújo Andrade (1982-1985

- Profº. Elizeo Camilio de Souza (1986-1988)

- Profª Abigail dos Santos Silva (1989-1991)

- Profº. Waldemar Steiner (1991-1992)

- Profº. Gilvan Silva Lessa (1993-1995)

- Profº. Angelo Lopes Marques (1995)

- Profª Glauce Neide Silva Bonfim (1996)

- Profª Djane Meiri Pereira Dantas (1997)

- Profº. Daniel Florentino Cano Villegas (1998-1999)

- Profº. Antônio Marcos da Silva Alves (2000-Jun/2002)

- Profª Darlene Ferraz Knoener (ago/2002-2003)

- Profº. Esdras Correia Napolitano (2004-2006)

- Profº. Amarildo de Jesus Martins (2007-2009)

- Profº. Joases Luiz Teixeira (2010)

- Profº. Adriano Michael Gomes (2011- 2014)

- Profª. Cathlen Quintino Barroso Di Santo (2015 - 2018)

- Profº. José Veloso dos Santos (2019 -  Atual   )

LINKS

ACESSO RÁPIDO

CONTATO

  • carp@ucb.org.br
  • Telefone: (17) 2138-3400
  • Rua Abdo Muanis, 1000
  • Nova Redentora
  • São José do Rio Preto - SP

CONEXÕES